Tem um segredo aqui dentro, mas eu nunca vou te contar. Se ainda ele fosse sólido, eu podia embrulhar e mandar entregar na sua casa. Porque aí ele seria seu e se eu não colocasse remetente, você nunca ia saber que ele dormiu e acordou comigo todos os dias, por tanto tempo.

Mas isso tudo é só um sonho, afinal. Ninguém ainda descobriu de que material os segredos são feitos, ou porque eles pesam tanto, se às vezes parece que nem existem, quando a gente enterra bem lá no fundo da gente. E de qualquer forma, eu não sou boa nessa coisa de tirar os segredos de dentro de mim. Defeito de fábrica, sabe? Eles entram, mas ainda não encontraram a porta por onde podem sair.

Mas, não fica triste, eu ainda posso te dar isso: a grande revelação de que eu tenho um segredo sobre você dentro de mim. Não parece muita coisa, eu sei, mas é o melhor que eu posso fazer.

Anúncios