Daí que o meu mau-humor digievoluiu por conta dO FATO. Agora, não vem nem em ondas mais: vem em bomba. Num segundo, o mundo tá lá tranquilão, na dele. Então, de repente, não mais que de repente. BOOM! ABAIXA TODO MUNDO! Vinte minutos depois, a poeira já baixou e tudo volta mais ou menos ao normal. Na maior parte das vezes, eu consigo evacuar o prédio inteiro e só caem paredes. Ninguém se fere. Mas algumas vezes, não temos tanta sorte e o braço de alguém acaba sendo arrancado no meio do processo. O pior: não tem cura. Só posso esperar passar ou digievoluir de novo.

Anúncios