Sábado rolou um culto ecumênico aqui em Vitória para celebrar uma união homosexual. Não sei se acho loosho ou se tenho preguiça. Não sei se acho que isso só deu repercussão porque o Espírito Santo é um Estado atrasado ou se eu acho que o melhor foi isso ter dado repercussão, porque a gente tem que esfregar a realidade na cara da sociedade mermo brou.

Mas tenho certeza de duas coisas:

– O Gazeta Online tem um sistema de comentários de merda. É tanta homofobia e conteúdo ofensivo que eu acho que eles deveriam ao menos ter a dignidade de tirar esse aviso do ar:

Por uma questão de coerência sabe? Já que os ilustríssimos leitores não tem finesse mesmo, já que é óbvio que ninguém modera essa bagaça (não estou defendendo a moderação que fique claro) pelo menos todo mundo já entra avisado de que vai encontrar gente que escreve “pedofilismo” e diz que ser homossexual é “menos pior” que ser pedófilo. Machões defendendo que homossexualidade é uma sacanagem e que eles precisam de uma surra para se curar desse mal. Daí para pior.

– Esse povo que usa a “palavra de Deus” para condenar a relação entre pessoas do mesmo sexo, pra mim é um monte de bichinha enrustida, que morre de vontade de dar o c* e chupar rol* mas tem medo de ir para o inferno.

Pê ésse: Fiquei úmida de vontade de postar isso como comentário, mas contrariaria a minha posição de defender discussões, digamos, mais produtivas. Porque todo mundo sabe que eu sou fina!

Pê ésse 2: O Grupo Arco-íris da Cidadania LGBT do Rio de Janeiro está passando na internê um manifesto contra a homofobia para pressionar a aprovação da lei de criminalização que está no congresso. Assine!

Anúncios