Ah, eu relaxo e esqueço da vida quando estou tomando banho quente. Aí, já viu ne?”

Eu sempre tive o sonho de ser alguém importante por um motivo: responder a essa enquetes de revista, tipo as que saem na Época ou em algumas revistas femininas. Por quê? Porque as perguntas são toscas, você pode zoar fudido (ou pode fingir que elas têm alguma importância e dar uma resposta politicamente correta). Porque não vai mudar a vida de ninguém saber o que a Maitê Proença faria se o mundo acabasse amanhã, mas mesmo assim ela está ali respondendo. Porque tem gente que acha que vai ficar magra  assistindo programa humorístico só porque a Juliana Paes disse que seu segredo de beleza é ser feliz. Porque tem gente sem noção que confessa pro Brasil inteiro que seu livro de cabeceira é The Secret. Ai, tá bom ne? Já deu para pegar o espírito da coisa? Resumindo tudo porque responder enquete de revista significa que você é alguém na noite, não interessa se a noite é escura no quesito inteligência, e ser alguém na noite é o sonho de toda pessoa em sã conciência.

Uma das perguntas que eu mais gostaria de responder é a seguinte da Marie Claire (Sim, eu leio Marie Claire): Qual o seu maior símbolo sexual e o que você faria diante dele? Como a hipocrisia é a cola da nossa sociedade (piada interna) quase todo mundo responde que o símbolo é seu próprio conjuge e o abraçaria e beijaria. Me*k*. Se perguntada eu fosse, bem que responderia: Me apresenta o Jude Law e aí você vai ver o que eu faço.

Anúncios