Já imaginou 500 japas fazendo sexo ao mesmo tempo? Onírico? Pasolini? Nâo, filme pornô. A parte mais bizarra é o fato de que os movimentos dos casais tiveram que ser sincronizados. Visualiza o diretor gritando: “Agora, rapazes por cima que eu quero papai-mamãe! Não, minha filha, isso aí é frango assado! Eu disse papai-mamãe!”

Achei que ficou plástico

Para quem quer mais movimento, aqui tem opções para baixar o filme.

Anúncios