… mas eu não podia perder o feeling.

A seco

(ouvindo You don’t know me e gritando por dentro)

Eu só queria sofrer como a Clarah
Quase-morrendo por dias seguidos
Porque eu sofro por amor desde os trezes anos
Como os covardes,
Um pouquinho por dia.

(E o 122 chegou na hora eu que eu terminava o último odioso Carlton Red do maço.)

Dentro do ônibus tinha uma menina
Com um buquê enorme de rosas
E eu resolvi usar o ropão novo que ganhei de aniversário
Sem lavar mesmo
Ver as outras pessoas recebendo flores por aí
É algo que me faz precisar de muito conforto.

(Fim daquela cena chata em que a mocinha choraminga)

Anúncios