Ontem aconteceram as eleições para a nova gestão do Cacos, o centro acadêmico de comunicação da UFES. Eu nem me dei ao trabalho de votar, apesar de gostar de verdade de vários integrantes da Chapa 2. Felizmente, eu possuo convicções políticas, e como não me vendi aos lulistas pelo simples prazer de ganhar uma eleição, não irei me vender ao CA por causa de amizades.

Há quem diga que votar nulo é se abster de qualquer decisão, e portanto, se esquivar de qualquer convicção política. Eu discordo e voto nulo sim! Para presidente e para diretores do CA! As outras pessoas se quiserem decidir que decidam, eu é que não vou dar meu precioso voto a quem eu acho que não vai fazer bom uso dele. Me perdoem caros amigos do novo CA, mas isso também se aplica a vocês. E eu me explico: de um lado estava uma chapa que achava que podia mudar o mundo através do CA (ingenuidade) e do outro, uma chapa que queria simplesmente mudar o CA (rebeldia sem causa!).

Por causa disso, eu não vejo muito futuro. É claro, que espero estar enganada. Pelo menos o gosto musical dessa chapa já é melhor, não pelo Caetano do Sérgio. Acho esse amor todo pelo Caetano de um pedantismo sem limites. Mas o Gabriel, sim! Esse gosta de Pearl Jam!

Anúncios